IJUI NEWS - Grupo Imasa tem pedido de recuperação judicial deferido em Ijuí
Min: 15º
Max: 26º
Predomínio de Sol
logo ijui news
Rad mais novoRad mais novo
Seiko eee

Grupo Imasa tem pedido de recuperação judicial deferido em Ijuí

Após decisão, empresa tem 60 dias para apresentar plano de restruturação dos débitos.

Matéria Publicada em: 24/10/2018
Foto: reprodução/Arquivo/Imasa.

A Segunda Vara Cível de Ijuí (RS) deferiu nessa segunda-feira (22), o pedido de recuperação judicial do Grupo Imasa, um dos mais importantes fabricantes do setor agrícola da América do Sul. Com isso, a empresa terá 60 dias para apresentar o plano de reestruturação dos débitos junto aos seus credores e judiciário.

A crise econômica do país e foi o grande motivo para o pedido de recuperação. “A Imasa teve uma queda acentuada de vendas e aliado a isso um alto custo das fontes de financiamento. A empresa é viável e precisa desse tempo de estagnação de seus passivos para conseguir se recuperar”, explica a advogada Aline Ribeiro Babetzki, profissional a frente do escritório ABAC - Aline Babetzki Advocacia e Consultoria Jurídica, responsável pelo processo.

O pedido de recuperação judicial foi protocolado no Fórum de Ijuí na quarta-feira, 17 de outubro, e deferido pela juíza Simone Brum Pias. “A Imasa é uma empresa em situação fragilizada, financeiramente, mas o Judiciário entendeu que ela é viável e que pode, com o tempo da RJ, se reorganizar para voltar ao ponto de equilíbrio e fazer os pagamentos das dívidas. É uma grande geradora de empregos diretos e indiretos sendo fundamental à região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul”, destaca a advogada.

Aline explica ainda que, a partir de agora, o Grupo Imasa passa a ter todas as dívidas, vencidas e a vencer até a data do pedido, estagnadas. “Enquanto não houver aprovação do plano de Recuperação Judicial, a empresa não faz o pagamento dessas dívidas, que serão pagas apenas partir da aprovação do plano”.

Com 96 anos de história, o Grupo Imasa atua no mercado agrícola, sendo destaque no Plantio Direto, sistema que desenvolve há mais de 30 anos. O grupo conta com aproximadamente 100 empregos diretos e 300 indiretos e tem representantes no Brasil, Paraguai, Bolívia e Costa Rica, e tem seus produtos comercializados no Paraguai, Uruguai, Argentina, Bolívia, Portugal, Espanha, França e Angola.

Fonte:

ABAC - Aline Babetzki Advocacia e Consultoria Jurídica Assessoria de Imprensa

Coordenação de Conteúdo: Adriana Silva (54) 99114.5054

Atendimento: Ariana Peroni (54) 99136.9855

rad d