IJUI NEWS - 7 sinais de que seu filho pode estar envolvido no perigoso jogo da Baleia Azul
Min: 15º
Max: 26º
Predomínio de Sol
logo ijui news
Rad mais novoRad mais novo
Seiko eee

7 sinais de que seu filho pode estar envolvido no perigoso jogo da Baleia Azul

Por, SEMPRE FAMÍLIA - www.semprefamilia.com.br

Matéria Publicada em: 21/04/2017

O Baleia Azul, jogo composto por 50 desafios enviados a partir da troca de mensagens entre adolescentes e organizadores, chamados de “curadores”, tem preocupado o país nos últimos dias.

Com tarefas que vão desde assistir filmes de terror até automutilar-se, o jogo incita os participantes ao suicídio.

Ana Suy Sesarino Kuss, professora do curso de Psicologia no Centro Universitário Autônomo do Brasil (Unibrasil), explica que o jogo em si é uma conseqüência de algo que já não vai bem na vida daquele adolescente.

Não é algo que apareça do dia para a noite. Aos pais, segundo ela, cabe buscar a conversa diária, sem imposição alguma, contando sobre coisas simples como um livro, a escola, um filme e até a vida do vizinho.

“É perceber durante a fala se há sentido para ele em viver. Ele não é um objeto e está numa fase de construção de uma lógica própria”, conta.

Essas mudanças de comportamento características da idade devem ser acompanhadas de perto pelos pais para que estes entendam como ter essa abertura para a conversa.

Ficar atento a alguns sinais é importante, e neste momento, em que um perigoso jogo como esse tem ganhado proporções policiais, é imprescindível o cuidar.

Aqui estão alguns sinais que podem te auxiliar a identificar se seu filho está envolvido no Baleia Azul:

– Automutilação (alguns com desenhos de baleia);

– Mudança de comportamento;

– Isolamento do convívio familiar (muito tempo trancado no quarto, por exemplo);

– Filmes de terror passam a ser mais freqüentes entre as opções dele;

– Sair de casa em horários incomuns, como a madrugada;

– Muito tempo conectado à internet;

– Inclusão de contatos desconhecidos no celular e rede social.

Por, Site SEMPRE FAMÍLIA - Link da postagem original / Especialista alerta que entrar no jogo é consequência de algo que já não vai bem na vida do adolescente

Brito lateral 2020