IJUI NEWS - Ijuí é um dos poucos municípios não habilitados para o saque Calamidade do FGTS
Min: 15º
Max: 26º
Predomínio de Sol
logo ijui news
EquipomedEquipomed
Britinho lateral esq

Ijuí é um dos poucos municípios não habilitados para o saque Calamidade do FGTS

O Saque ao trabalhador é até R$ 6.220 mil de cada conta sua no FGTS. Ajuricaba, Bozano, Jóia, Cruz Alta, Panambi, Catuípe, Augusto Pestana, Nova Ramada e Coronel Barros estão habilitados, com saques aprazados.

Matéria Publicada em: 12/06/2024
Arte | Ijuí News.

Acesse o site do Palmero Veículos AQUI
_____________________________________

Postado por ABEL OLIVEIRA

O Saque Calamidade permite ao trabalhador sacar até R$ 6.220,00 de cada conta de sua titularidade no FGTS, limitado ao saldo disponível, por motivo de necessidade pessoal, urgente e grave em caso de desastre natural (alagamentos, deslizamentos de terra, fortes chuvas etc.) que tenha atingido sua residência, após declaração oficial da Defesa Civil de seu município.

O saque pode ser liberado para cada evento caracterizado como desastre natural, respeitado o intervalo mínimo de 12 meses entre um saque e outro.

  • O Decreto nº 12.016 de 07/05/2024 dispensou o intervalo de 12 meses entre os saques para a situação de calamidade pública reconhecida pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional em Municípios do Estado do Rio Grande do Sul no mês de maio de 2024

O trabalhador pode solicitar o saque após a habilitação do município junto à CAIXA. Os procedimentos para habilitação do município estão aqui. A lista completa dos municípios habilitados está aqui

Com a exeção de Ijuí, vários municípios da região estão habilitados e com saques aprazados (veja lista abaixo). 

Para o saque, considera-se desastre natural:

  • Enchentes ou inundações graduais;
  • Enxurradas ou inundações bruscas;
  • Alagamentos;
  • Inundações litorâneas provocadas pela brusca invasão do mar;
  • Precipitações de granizos;
  • Vendavais ou tempestades;
  • Vendavais muito intensos ou ciclones extratropicais;
  • Vendavais extremamente intensos, furacões, tufões ou ciclones tropicais;
  • Tornados e trombas d'água;
  • Desastre decorrente do rompimento ou colapso de barragens que ocasione movimento de massa, com danos a unidades residenciais.

A Caixa alerta: a solicitação ao saque por Calamidade poderá ser realizada até 90 dias depois da publicação da portaria do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional reconhecendo a situação de emergência ou o estado de calamidade pública.

Veja a lista completa das cidades habilitadas e o prazo para solicitar o saque:

Ajuricaba 12/08/2024
Augusto Pestana 12/08/2024
Bozano 12/08/2024
Catuípe 12/08/2024
Coronel Barros 03/09/2024
Cruz Alta 12/08/2024
Jóia 12/08/2024
Nova Ramada 12/08/2024
Panambi 12/08/2024

 

 

Seiko DDD